{Janeiro} Leitura Diária

Heeey leitores! Tudo bom com vocês? 

Que saudade! Esse é me primeiro post do ano, pois infelizmente, continuo se internet em casa :( 


Mas hoje tem o primeiro post de Leitura Diária e espero que vocês curtam! Separei esse texto incrível que mexeu muito comigo no facebook, e agora, quero compartilhar com vocês, afinal todos nós passamos por isso. Confira: 

"É cara, você namorava uma mina incrível. Incrível mesmo, linda demais, companheira, amiga, mandona, e tudo o que você precisasse. Ela sabia ser tudo por você. Ela fazia tudo por você. E você sempre foi um idiota, como todos os outros idiotas do mundo que quebram o coração de uma garota. Mas pra ela, você não era um idiota qualquer, você era o idiota dela. Ela cuidava de você e te mimava. Ela não sabe escrever um texto muito bem, mas ela sempre demonstrou através de gestos e atitudes o quanto você era importante pra ela. Ela não sabe cozinhar, nem dobrar roupa, mas vocês sempre ficavam juntos na bagunça e planejando um futuro no qual vocês se casariam e teriam filhos, né? Porra, vocês faziam planos juntos. E você meu caro, estragou tudo. Não deu valor. Jogou fora aquele amor bonito por nada. Brincou com a mina mais encantadora do mundo. Deixou ela ir embora, quer dizer, deu motivos pra ela ir e desistir de você. Na verdade, ela nunca desistiu, ela nunca desistiria, mas você foi lá e acabou com tudo. Fez ela chorar na frente da família, fez ela ficar mal como ela nunca tinha ficado. Pisou na bola, perdeu. E sabe, você não tem nem o direito de reclamar. Perdeu ela. Agora ela está seguindo sem o idiota dela, porque esse idiota quis ser idiota demais. Você não vai ser mais o motivo do sorriso dela e nem vai vê-la sorrir. Puta merda. Não sabe se ela vai sentir sua falta, não sabe se ela vai se lembrar do seu jeito “crianção-bobalhão”, mas aposto que não da pra você esquecer nenhum segundo o sorriso que ela dava. Cada mania, cada manha, cada coisinha que você passou com ela, nada disso vai sair de você. Ela sempre vai ser parte da sua vida. Mas infelizmente, você a perdeu."   —Tumblr/ Little.

Bom gente, espero que tenham gostado e até a próxima! Beijos da Jú ❤️

Trilogia Legend

Olá leitores, hoje nossa resenha será um pouco diferente do que o de costume; estarei falando sobre todos os livros da Trilogia Legend, da querida Marie Lu. Essa triologia é digna de cinema!!


Na capa de cada um dos três livros vêm escrito:

"UM MUNDO DISTÓPICO QUE VAI CONQUISTAR OS FÃS DE JOGOS VORAZES E DIVERGENTE"

Confesso que quando li não tive uma reação muito boa (ela apostou muito alto ao fazer isso rs). Até porque, nenhuma trilogia deve ser comparada a outra, podem ter o mesmo gênero, mas não tratam o assunto da mesma forma. Mas tenho que confessar, a autora ARREBENTOU! Ela não só provou o que vem escrito na capa, como mostrou que existe outra trilogia párea para Jogos Vorazes e Divergente. 

No primeiro livro- Legend- , Marie Lu nos apresenta a um mundo diferente, em sua continuação-Prodigy- temos uma continuação que dilacera nosso coração a cada página, nos faz querer termina-lo o mais rápido possível e ler o terceiro e último livro-Champion-, onde nossos queridos e adorados personagens(vocês irão se apaixonar por Day, June, Tess, Éden e Anden) enfrentarão coisas terríveis, a paz que outrora reinara aquele lugar, estará, novamente, sendo comprometida.


LEGEND- Sobre o primeiro volume não direi muita coisa, nossa querida Juliana já postou uma resenha há algum tempo sobre ele. Então deixarei alguns trechos dele aqui. E se vocês quiserem dar uma olhadinha na resenha, é só clicar no link abaixo.




Em Legend é possível perceber vários sentimentos, entre eles, o amor

"Então ouço uma voz me mandando levantar. Quando olho para o lado vejo um adolescente estendendo as mãos para mim. Ele tem olhos azuis brilhantes, poeira no rosto , e um boné surrado na cabeça. Neste momento acho que é o garoto mais gato que já vi na vida."

" Eu quase beijei a Menina ontem à noite. Mas nada de bom pode resultar se você se apaixonar por alguém nas ruas. Essa é a pior fraqueza que se pode ter.."

" Ficamos em silêncio um momento. então, antes que eu possa protestar, uma das mãos enluvadas de Thomas roça meu queixo enquanto ele se debruça para me beijar nos lábios."

O sentimento de culpa por trair aquilo e aqueles que tanto se ama. June prometeu sua lealdade a República e a seu Eleitor, mas terá de sacrificar sua lealdade por algo que ela passa a acreditar. Ela passa a enxergar sua adorada República com novos olhos..

 " O turbilhão de meus pensamentos se transforma em um pânico crescente[...] Tenho de mudar meus planos. Do contrário, o garoto que não matou meu irmão morrerá hoje à noite."


Enquanto Day se sacrifica por sua família e por todos aqueles que ele ama, teria alguém para se sacrificar por ele? E se tivesse, ele gostaria que isso ocorresse?

"Prefiro morrer a ver esse pessoal machucar você."

Será verdade isso?
Promessas por amor,  e outras por ódio:

"Vou ficar com você para sempre, pequena, até você não aguentar mais olhar para minha cara."

"Vou perseguir você até o inferno. Vou vasculhar as ruas de Los Angeles à sua procura. Se preciso, vou procurar em todas as ruas da Republica. [...] Estou fazendo um juramento: sua vida é minha."


Enfim, Legend  é recheado de coisas intrigantes, de reviravoltas excelentes, acima de tudo, sentimentos. Sentimentos que surgem a cada página e te leva junto com ele.

Por outro lado, temos Progidy, uma continuação perfeita!

"Tudo que me era familiar não existe mais"

No segundo volume da trilogia as coisas já ficam mais acirradas. Quando Day e June conseguem escapar dos soldados da Repúblicas e chegam a Las Vegas, uma coisa inesperada acontece: a morte do Primeiro Eleitor. E quem assume o comando é o jovem e desprezado Anden, seu filho.

A nação está a beira de um colapso quando Day e June juntam-se aos Patriotas. A proposta que eles tem em mente é assustadora para June, uma garota que veio dos berços ricos da Nação, como agora poderia aceitar tal coisa? Porém, ela sabe que essa é a única forma de juntar Éden a Day novamente. Sabe que sem concordar com a proposta de Razor, jamais cuidariam dos ferimentos de Day. E ela sabe que a decisão está em suas mãos. Mas... Poderia ela ajudar a matarem Anden? O mais novo Primeiro Eleitor?

Com os acontecimento que procedem das escolhas de Day e June, Progidy mostra como o amor pode fazer tão bem, e ao mesmo tempo tão mal. No decorrer do livro, Day descobre que seu amor por June é capaz de tudo.. mas aquela mágoa ainda está lá, para lembra-lo que June é culpada pela suas perdas. Mas responsável também de por juízo em sua cabeça e trazer seu querido e adorado irmãozinho de volta para ele.


"-Éden!- grito, com voz rouca.

 Seus olhos continuam desfocados, mas um sorriso incrível ilumina seu rosto.[...] Corro até ele, pego-o em meus braços e o abraço com força[...]" 

 Day é um ícone de tamanha importância para o povo da República, sua reputação é maior do que a do Eleitor, o povo o ama e idolatra. Mas Anden, merece a confiança do povo, ele não é como seu pai. Ele mostrou a Day que merece seu apoio. Merece que o povo deixe-o agir a seu favor. Mas para isso, Day precisará ajuda-lo e ele não sabe se está pronto para esquecer  todos os problemas que ele e sua família tiverampor causa da República. 

Mesmo que Anden diga e prove, que ele está disposta a mudar tudo que seu pai e Eleitores anteriores fizeram com as pessoas. Day precisará apostar alto em sua escolha. E o que será que ele vai escolher ? Ajudar Anden a ter o apoio do povo e lutar contra as Colônias e acabar com as provas e os experimentos que submetem aqueles que são reprovados. Ou permitir uma revolução contra Anden?

June recebe uma proposta de Anden para se tornar a Primeira Cidadã; que significava que ela teria de ser como a sombra de Anden, estando em reuniões tediosas, por vários e vários anos. E antes de ser oficialmente a Primeira Cidadã teria que passar por anos de treinamento. 

Isso significa que ela deixaria Day por tempo demais, isso a deixou desnorteada, pois ela não sabia a quem seguir : seu amor por Day ou sua devoção a Republica. Sem saber qual escolher ela recebe, sem pedir, uma ajuda de Day.
Day que por sua vez, está com um problema dilacerador em mãos, não sabe o que mais está lhe causando sofrimento : perder June, deixar Éden ou seu estado.


"Anden pode ser o homem mais poderoso da República, mas Day, o garoto das ruas que não tem nada além da roupa do corpo e da seriedade no olhar, é o dono do meu coração.
Ele é tudo que é belo.
Ele é o raio de esperança em um mundo de escuridão.

Ele é a minha luz." 


Como toda trama precisa do seu gran finale, a Trilogia Legend chega a seu último livro com grandioso estilo. No ultimo livro da trilogia Marie Lu continua a trama, seguindo sem nenhum desencontro com os dois primeiros. As histórias vão se completando e entrelaçando de uma maneira magnifica.

Em Champion, Day tem um enorme desafio em suas mãos e é alertado para resolver todos os seus assuntos pendentes de uma vez. Talvez não lhe reste tempo depois.
  
A República é atacada novamente pelas Colônias, parece que as antigas armas biológicas do pai de Anden resolveram fazer efeito no momento errado. A praga criada pela Republica, agora mortífera-e talvez até sem cura- deixa o Chanceler  das Colônias uma fera. Com isso Anden tem um prazo para entregar a cura, mas o empecilho é que a cura talvez esteja nas veias de Éden. Como convencer Day a deixar Éden nas mãos dos cientistas, mais uma vez?
Para isso, Anden pede a ajuda de June, que por sua vez está há 8 meses longe dele. Mesmo que sinta falta dele, ela sente que ele esconde algo e tem medo de que se for atrás dele, se magoe. Mas como a República precisa da ajuda dela, ela se submete a contatá-lo.

  Day está na "rua da amargura" longe de June. Ele sente sua falta mas não quer ter de enche-la com seus problemas. Até agora, também, ela não foi atrás dele. Então ele se deu ao luxo de não ir atrás dela. Mesmo que isso dilacere seu coração, é melhor para ela não estar ao lado dele nesse momento deplorável de sua vida.
Com mais umas de suas dores de cabeça, ele esta perambulando por uma boate quando mais uma vez é contado por agentes da Republica, mas dessa vez, a voz que ouve o tira do chão.


"-Day?

Ouço outra voz no meu fone de ouvido e fico paralisado.[...] Embora eu não a tenha ouvido há quase um ano, eu a reconheceria em qualquer lugar[...] Por favor, não deixe que seja ela. Por favor, deixe que seja ela[...]"

***
Com a República sendo ataca pelas Colônias novamente, Anden e June, juntamente dos outros dois candidatos ao cargo de Primeiro Cidadão, vão a Antártida, em busca de ajuda militar para combaterem as Colônias, pois as Colônias estavam com reforços da África, e a República não tinha condição de revidar a essas potências.
  Porém, a divida da República com a Antártida está altíssima, e a proposta para ajuda-los é fora de cogitação.
A única forma de saírem dessa é entregando a cura; mas para isso, Éden teria que ser submetido a experimentos, sem o resultado se sairia vivi ou não.

E agora? Como Anden fará para salvar sua nação se Day não quer entregar o irmão?

Como tudo tem solução, coisas irão acontecer sem que Anden precise partir para violência, ou que Day saia magoado dessa.

Durante sua estadia na Antártida, June buscou sobre o "nascimento" da República e das Colônias. E descobriu que o principal motivo de suas guerras nada mais é que : Terras.

***

Como toda ótima trilogia, Legend chega ao fim de uma forma inimaginável para quem tanto sofreu com a noticia do segundo livro. Marie Lu investiu em uma nova forma de mostrar aos leitores que amor supera tudo, que a traição, por mais que doa, pode ser perdoada, que a magoa não leva a nada. E principalmente, que devemos analisar bem a quem somos leais.

Eu torci por Day e senti na pele tudo o que ele sofreu, chorei com ele, e percorri os becos do setor Lake com ele. Me apaixonei com June, senti suas dores, e seu amor. Senti a dor do abandono que Tess sentiu, e o amor de ser acolhida por uma pessoa que se importe de verdade. (Mesmo que eu não tenha falado sobre a Tess, eu digo a vocês que ela é encantadora, uma mini médica míope de um coração tão grande, que passou por coisas que ninguém aguentaria. 
Se apaixonou e não foi correspondida, mas superou. Então, posso não ter dito nada sobre ela, mas vale a pena, e muito, apaixonar-se por ela.) Cada personagem desse livro tem uma história cativante, até Thomas, o militar tão leal a seus votos de obedecer que não media o certo e o errado ao fazer o que lhe mandavam.


Bom gente, eu espero que vocês gostem. Eu super recomendo e estou torcendo para ir logo para as telinhas de cinema ! Eu sei que nem tudo que estão nos livros vão para as telinhas, que é bem frustrante,  mas eu torço para ver tudo o que li e imaginei.

Classificação: **** (5/5)

E aí você já leu!? O que achou? Deixe seu comentário! E se ainda não leu, leia, não irá se arrepender!

Beijos e até a próxima!
-Amanda


Suposta Data De Estreia Para a Adaptação de "Fallen"

Oláaaa Leitoreees! Tudo bom com vocês? Então quem aí se lembra da adaptação que já tem um bom tempo pra sair e nunca sai?

Para quem não sabe essa adaptação já teve muitos sucessivos adiamentos e muitos mistérios, parece que o longa inspirado na história de Lauren Kate finalmente tem data para sair! Para a alegria dos fãs de carteirinha rs, (Eu! rs) *-*

Segundo o site IMDb, a aguardada adaptação de “Fallen” deve estrear em setembro nos Estados Unidos, Reino Unido e Canadá.



Link para IMDb: http://www.imdb.com/title/tt1564777/

Elenco: Addison Timlin (Lucinda), Jeremy Irvine (Daniel), Daisy Head (Arriane), e Harrison Gilbertson (Cam) são os atores contratados para estrelar na adaptação. Os direitos foram comprados pela Disney.

A direção será de Scott Hicks, já nomeado ao Oscar, com produção de Mark Ciardi e Gordon Gray.



E aí gostaram?, comentem e compartilhe!

Beijos e até a próxima!
-Lili

Resenha: Eu estive aqui



Depois do enorme sucesso do livro Se eu ficar, de nossa querida e ilustre Gayle Forman, a editora Arqueiro investiu em seu mais novo lançamento Eu estive aqui.
Eu estive aqui é narrado pela personagem Cody, que conta sobre a perda, o perdão, adolescência e amor.


Meg e Cody eram amigas desde o primeiro dia do jardim de infância, desde então, faziam inúmeras coisas juntas. Uma dessas coisas era o planejamento para saírem da minúscula e pacata cidade que viviam assim que terminassem o ensino médio. Acontece que, apenas Meg realmente concretiza esse sonho ao ganhar uma bolsa na faculdade mais prestigiada em Tacoma.
     Enquanto Cody fica para trás, sujeita a trabalhar como faxineira para dividir o aluguel da casa em que morava com Tricia, sua mãe.



Com o tempo e a distancia os e-mails de Meg para Cody foram diminuindo até se esvaírem de vez. Cody, por outro lado, não a procurou, em partes por inveja pela sorte da amiga, em outra, pela falta de tempo.
    O que Cody não podia imaginar era que em uma manhã receberia um e-mail de Meg. Mas aquele e-mail deveria nunca ter chegado, pois junto com ele, veio uma avalanche de sentimento, frustração, dor, tristeza, perda..


Se eram tão amigas, por que Meg não contara a Cody as coisas que estavam acontecendo com ela? Por que Cody nunca percebeu os sinais suicidas de Meg, já que eram tão próximas, afinal? 
 Agora a vida de Cody estava de cabeça para baixo.

      Os pais de Meg, contudo, pedem para que Cody viaje até Tacoma a fim de que busque todos os pertences da filha e arrume todas as suas demais pendências. Mas esse era o problema: Meg havia planejado tão minunciosamente sua morte que não havia pendência nenhuma; até suas roupas estavam encaixotadas e sua cama, devidamente arrumada. 
    
  Entretanto, Cody conhece a parte da vida de Meg que ela jamais soubera que existira, conhece os  amigos de Meg e procura, em seu notebook, saber o que a deixara tão depressiva. É nessa investigação que Cody descobre um envolvimento amoroso entre Meg e um guitarrista charmoso chamado Ben McCallister e inúmeros arquivos criptografados. Talvez ali estivessem as respostas para todas suas dúvidas.


Cody passa por coisas que ela jamais pensou passar em toda a sua vida. As pessoas que cercaram Meg na universidade não tiveram a oportunidade de conhecer Meg como Cody conheceu, e Cody não teve acesso a Meg que eles conheceram.
Mas, existe um  segredo sobre Meg, que Joe e Sue nunca contaram a Cody. Houve um episódio no final do ensino fundamental que eles disseram a Cody que não havia com o que se preocupar, que Meg estaria curada logo, logo. Acontece que esse segredo foi o principal motivo que tirou de Cody a sua metade.
Foi então que Cody percebeu que sua vida só seria vivida novamente, se ela conseguisse perdoar Meg e deixa-la ir em paz. Tudo o que ela pode fazer para descobrir o que fizera Meg se suicidar , foi feito. E nesse caminho que ela trilhou ela ganhou coisas, como o amor que ela achou que nunca mereceria ter.

"Complicado e confuso de um jeito totalmente bizarro"

Eu estive aqui é um livro emocionante e cativante. Gayle Fornam trabalha com as emoções a flor da pele, ela mostra como um amor pode surgir do caos de uma forma emocionante.
Me apaixonei por Cody e torci demais para que tudo que ela estava fazendo desse certo. Afinal, depois de tantas coisas vivida, aquele coração adolescente merecia muita felicidade, e muito amor.




Espero que gostem, e se deliciem com essa incrível história.

Bjs, Amanda <3

Você está preparado para "A 5° Onda"!?

Oláaaa leitores! Tudo bem? Hoje vim divulgar para vocês sobre o livro A 5° Onda do autor Rick Yancey. Livro publicado pela Editora Fundamento. Bom primeiramente vamos conhecer um pouco do autor.


Rick Yancey é um escritor americano, nasceu em Miami, Florida e ganhou fama por suas obras de suspense, fantasia e ficção científica (meus gêneros favoritos *-* já amei! rs), destinadas a jovens adultos. Yancey escreveu seu primeiro conto na sétima série enquanto participava de Crystal Lake Junior High School, na Flórida. Formou-se em Comunicação. Depois de um ano na Florida Southern College, Yancey transferido para a Universidade Estadual da Flórida e, finalmente, se formou na Universidade Roosevelt com um BA em inglês. 

Yancey começou a dar aulas de inglês, bem como atuar e dirigir em teatros comunitários locais. Escreveu roteiros em seu tempo livre e um de seus roteiros tornou-se seu primeiro livro publicado profissionalmente, um ardor no Homeland (Simon and Schuster), publicado em 2003.


Com o sucesso de uma queima em Homeland, Yancey passou a se concentrar em escrever o tempo inteiro. Após o lançamento do seu livro de memórias, Yancey começou a trabalhar em duas séries de livros: uma para adultos e outra para crianças.


Em 2013, ao lado trilogia de Yancey começou com A quinta onda, publicado em os EUA por Putnam, uma divisão da Penguin Group EUA e publicado pela Puffin no Reino Unido, Laffont na França, Goldmann, na Alemanha, e em mais de trinta idiomas adicionais ao redor do mundo. 


A 5° Onda


O livro, um imediato New York Times Best Seller, (não tinha como não ser rs) segue Cassie Sullivan 16 anos, como ela tenta sobreviver em um mundo pós-apocalíptico devastada pelas ondas da invasão alienígena. A invasão já dizimou a população e empurrou a civilização de volta à Idade da Pedra. Como um dos últimos sobreviventes da Terra, Cassie é deixada para cuidar de si mesma e superar os múltiplos obstáculos para salvar seu irmão, Sammy, com a ajuda de um jovem sedutora que pode não ser exatamente quem ele parece.


http://editorafundamento.com.br/index.php/a-5-onda.html


Link para acesso do livro na editora Fundamento



E agora no dia 21 de Janeiro de 2016 estreia o filme aqui no Brasil. Veja a sinopse:

A Terra repentinamente sofre uma série de ataques alienígenas.
Na primeira onda de ataques, um pulso eletromagnético retira a eletricidade do planeta. Na segunda onda, um tsunami gigantesco mata 40% da população. Na terceira onda, os pássaros passam a transmitir um vírus que mata 97% das pessoas que resistiram aos ataques anteriores. Na quarta onda, os próprios alienígenas se infiltram entre os humanos restantes, espalhando a dúvida entre todos.Com a proximidade cada vez maior da quinta onda, que promete exterminar de vez a raça humana, a adolescente Cassie Sullivan (Chloe Grace Moretz) precisa proteger seu irmão mais novo e descobrir em quem pode confiar.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=DxCntPIs38U

Se você quer garantir sua livro com a capa do filme corre lá com 30% de desconto em nossa loja virtual: http://bit.ly/1Qonk6z



E está no Facebook também! A página oficial do filme: https://www.facebook.com/A5OndaFilme/

Aqui vai algumas curiosidades sobre o filme que a Editora Fundamento deixou: 


– A atriz Chloe Grace Moretz que interpretou a protagonista de A 5ª Onda também fez parte do filme Se Eu Ficar.
– O vilão da história foi interpretado por Liev Schreiber, que fez o irmão do Wolverine em um dos filme do X-Men.
– Os livros A 5ª Onda e O Mar Infinito estão na lista dos mais vendidos do jornal The New York Times
– A 5ª Onda é indicado para os fãs de Jogos Vorazes e Divergente
– O terceiro livro da trilogia A 5ª Onda será lançado no exterior em Maio do ano que vem. Aqui ainda não temos previsão de lançamento.

É isso pessoal, se vocês gostaram não percam a estreia do filme, e é claro leiam o livro A 5° Onda! Compartilhe e comente!


Beijos e até a próxima!
-Lili


© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo